terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Festa de Natal














No Teatro António Pinheiro, pelas 10:30 do dia 15 de Dezembro, realizou-se um Festival de Natal organizado pela Associação de Estudantes da Escola Secundária Dr. Jorge Correia – Tavira, com a colaboração da coordenadora de projectos, professora Fátima Pires.
Durante a festa, apresentada pelo Fábio Pereira, do 12º C1, e pela professora Fátima Pires, houve muitas actua
ções de talentosos alunos. O espectáculo teve início com a representação de uma peça de teatro encenada pelas alunas do Curso de Animação Sociocultural. Após quatro divertidas danças de salão, houve um breve momento de poesia. A Joana Pereira e o Gonçalo Wolf, do 11º A2, recitaram um poema de David Mourão-Ferreira: “Natal e não Dezembro”. Depois, seguiram-se diversas actuações musicais de alunos e de professores. Foram momentos bem animados quando o Rui Encarnação subiu ao palco, a Vera Rodrigues e a Sofia Grácio interpretaram uma canção de Sara Tavares, Augusto e Amigos fizeram um bom playback de José Cid e a Sofia Grácio, a Mariana Morais, a Aurora, o Augusto e o Bruno interpretaram com alma “ We are the world”. Houve oportunidade ainda para o professor Reinaldo Barros interpretar três temas e os professores presentes subirem ao palco para dar o seu contributo para a festa. Apesar de uns estarem muito tímidos e outros só abrirem e fecharem a boca sem nada cantarem, foram surpreendidos com um grande aplauso da assistência.
O final do espectáculo foi guardado para a actuação da banda “Má Pão Ainda”, formada por cinco elementos, Sofia Grácio e Mariana Morais nas vozes, tocando guitarra eléctrica e piano, o Jorge no jabé, o Rui Vale no baixo e o Luís Costa na guitarra clássica.















Repórter: Guillaume Conceição, 11º A2
Repórter fotográfico: Verónica Rodrigues, 11º A2

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Presépio Tradicional Algarvio










Como já tem vindo a ser habitual nos anos anteriores, o grupo responsável pela coordenação da Biblioteca montou um presépio de raiz tradicional.Este consta de um altar, armado em escadaria, com o Menino Jesus em pé, as searinhas e as laranjas. As searinhas testemunham a germinação de uma vida nova e simbolizam a riqueza das sementeiras. As laranjas, por sua vez, dão cor e beleza ao conjunto e são consideradas um costume rural. Contudo, ornamentar o presépio com laranjas é um costume que vem do século XVIII, em várias regiões da Europa, nomeadamente, na Provença, França, o berço dos presépios com figuras populares.



Porfessoras Ana Cristina Matias e Manuela Beato

Feira do Livro




De 9 a 12 de Dezembro, está a decorrer, na Biblioteca da Escola, a feira do livro, com a colaboração do Grupo Leya. Entre as novidades editoriais, destacamos A Viagem do Elefante , de José Saramago.

Exposição «Pensamentos Musicados»









Desde o dia 20 de Novembro que nos expositores do átrio da Biblioteca tem estado patente uma exposição elaborada no âmbito do Dia Internacional da Filosofia.





O Dia Internacional da Filosofia é mais um momento propício para se compreender, com Merlau-Ponty, que "a verdadeira filosofia é reaprender a ver o mundo". O Dia Internacional da Filosofia foi instituído pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Todos os anos este Dia é comemorado na terceira quinta-feira do mês de Novembro.
Este ano, a data de 20 de Novembro constituiu-se em mais um motivo para reconhecermos a vitalidade da actividade filosófica. Ela continua a interpelar-nos, seja nos textos mais elaborados e eternos dos filósofos consagrados, seja, nos poemas de canções, tantas vezes, não devidamente apreciados, mas autênticos lenitivos que engrandecem o dia-a-dia penoso e rotineiro, destituído de Humanidade, com que vamos preenchendo o nosso calendário.
Com esta convicção, foi sugerido, às turmas do 10º Ano A1, A2 e C1, que pesquisassem em poemas e/ou excertos de canções a fala da Humanidade e que os enriquecessem com o auxílio da voz esclarecida dos filósofos e com o contributo criativo e libertador da imagem.
Porquê? Porque a Filosofia é atitude. Ela não é só discurso. Não é mera contemplação. Nem puro ócio. Como disse Séneca nas Cartas a Lucílio, "A filosofia ensina a agir, não a falar".
Professora Mª Alberta Fitas

Eis dois dos trabalhos expostos:





WE ARE THE WORLD





Michael Jackson and Friends

Nós somos o Mundo

Nós somos o Mundo,
nós somos as crianças
Nós somos aqueles que criamos um dia mais brilhante
Então vamos começar a doar
É uma escolha que estamos a fazer
Estamos a salvar as nossas próprias vidas
É verdade que nós vamos criar um dia melhor
Só tu e eu

"As crianças distinguem inequivocamente, por um lado, as regras morais propriamente ditas, consideradas obrigatórias, relativas aos conceitos de felicidade, de justiça, de direitos e fundadas na honestidade e na ideia de evitar fazer o mal, e, por outro lado, as regras convencionais, consideradas não generalizáveis e contingentes, e que manifestam regularidades da organização social. Se a criança faz esta distinção, por que razão não a efectuaria o próprio adulto? Não poderá ele singularizar no seio dos diversos ensinamentos filosóficos ou religiosos que recebe, essa parte maior de imperativos morais universais que se encontram em comum ao nível de todos os representantes da espécie, colocando em segundo plano as convenções, rituais, práticas simbólicas, de origem cultural e eminentemente relativos?"
Jean-Pierre Changeux, Uma Mesma Ética para Todos?

Patrícia Figueiredo e Telma Romeira , 10º A1
_________________________________________________
Pensamentos de Guerra
Ai Timor - Luís Represas


Lavam-se os olhos, nega-se o beijo
Do labirinto escolhe-se o mar
No cais deserto fica o desejo
Da terra quente por conquistar

Nobre soldado que vens senhor
Por sobre as asas do teu dragão
Beijas os corpos no chão queimado
Nunca terás o nosso perdão

Ai Timor
Calam-se as vozes
Dos teus avós
Ai Timor
Se outros calam
Cantemos nós

Salgas de ventres que não tiveste
Ceifando os filhos que não são teus
Nobre soldado nunca sonhaste
Ver uma espada na mão de Deus

Da cruz se faz uma lança em chamas
Que sangra o céu no sol do meio dia
Do meio dos corpos a mesma lama
Leito final onde o amor nascia


«O que é a Guerra? De que se necessita para triunfar em operações militares? Quais são os costumes da sociedade militar? A finalidade da Guerra é o homicídio; Os seus instrumentos, a espionagem, a traição, a ruína das populações, o saque e o roubo para os abastecimentos do exército, o engano e a mentira, ditos astúcias militares; Os costumes da classe militar são a disciplina, o ócio, a ignorância, a crueldade, a libertinagem e a bebedeira, ou seja a falta de liberdade. Apesar de tudo isto, essa classe superior é por todos respeitada. Todos os Reis, excepto o da China, usam uniforme militar e concedem as maiores recompensas a quem tiver matado mais gente… Os Soldados encontram-se como, por exemplo, amanhã acontecerá, para se matarem uns aos outros. Matar-se-ão e mutilar-se-ão dezenas de milhares de Homens e, a seguir, serão celebradas missas de acção de graças, pois foi exterminada muita gente (cujo numero é costume também exagerar) e proclamar-se-á a vitória, na crença de que o mérito é proporcional ao número de homens mortos. »
L. Tolstoi, Guerra e Paz

Cláudia Guedes, Daniela Pereira, 10º A1

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Comemoração do IV Centenário do Nascimento do Padre António Vieira







Nos meses de Novembro e Dezembro, tem estado patente na nossa Biblioteca uma exposição sobre o IV Centenário do Nascimento do Padre António Vieira. Esta exposição contou com trabalhos realizados pelos alunos do 11º ano sobre temáticas diferentes, relativas a aspectos da vida e obra deste escritor, considerado por Fernando Pessoa como o " Imperador da Língua Portuguesa".
Os alunos aderiram com entusiasmo à iniciativa proposta pela Biblioteca e, sob a orientação dos professores de Português, têm estado patentes trabalhos que demonstram a relevância deste autor como humanista e missionário, pondo os mesmos em evidência a actualidade da sua obra, numa sociedade que transporta consigo as injustiças que são de todos os tempos.
Professora Manuela Beato

Visita de Estudo a Itálica

No dia 20 de Novembro as turmas do 10º C1 e C2 deslocaram-se em visita de estudo a Itálica/Sevilha, no âmbito das disciplinas de História, Espanhol e Filosofia, sob a responsabilidade das professoras Fátima Pires, Inês Pinheiro e Edite Azevedo. Visitámos a cidade de Trajano e Adriano e foi com agradável surpresa que verificámos como os romanos, em muitos aspectos, estavam muito perto de nós.


Professora Fátima Pires

Área de Projecto

Em Área de Projecto, a turma C2 do 12º ano encontra-se a trabalhar nos seguintes temas:
- Transexualidade;
- Eutanásia;
- Artes de Pesca da Ria Formosa;
- Massacres em Escolas;
- Aquecimento Global.

As Concepções dos Trabalhos podem ser consultados em http://www.moodle.estavira.com/ na sala Área de Projecto 12ºC2.
Professora Fátima Pires

Visita de estudo: Colecção Berardo e Centro de Arte Moderna



No dia 5 de Novembro, as turmas do 12º C1 e C2, na companhia das professoras Anabela Florêncio, Fátima Pires e Manuela Beato, visitaram a colecção Berardo no Centro Cultural de Belém e o Centro de Arte Moderna da Gulbenkian.


Gostámos da forma como nos receberam no CCB e a visita guiada contribuiu para melhorar a nossa compreensão da Arte Contemporânea. Já na Gulbenkian, sentimo-nos uns intrusos, perseguidos a todo o momento e injustamente maltratados. É pena porque tem uma excelente colecção do Modernismo português, em especial de Amadeo de Sousa Cardoso.
12º C1+C2

Projecto «Comportamentos de risco da adolescênica»

















No dia 22 de Outubro, decorreu no Auditório da Escola Secundaria de Tavira, uma palestra sobre “Métodos Contraceptivos”, no âmbito do projecto “Comportamentos de risco da adolescência”, dinamizado pelas turmas 11º A2 e 12º A2, para além de outras que aderiram à iniciativa.
Os alunos Ana Rita e Gonçalo Lima abriram a sessão e apresentaram a enfermeira Cátia Palma, uma jovem de 23 anos, formada pela Escola Superior de Enfermagem Maria Fernanda Resende, em Lisboa, e actualmente a exercer a sua profissão no serviço de urgência e Obstetrícia e Ginecologia, no Hospital Central de Faro.
Os diversos alunos presentes, entre os quais, as turmas anteriormente referidas, a turma CEF de Operador de Informática, a turma do curso de Animador SocioCultural e outros alunos que por iniciativa própria comparecem nesta sessão de educação para a saúde, estiveram muito atentos e a recolher informação sobre métodos contraceptivos irreversíveis e reversíveis. Dentro destes últimos, ficaram a conhecer os métodos naturais e não naturais.
A enfermeira Cátia alertou muito os presentes para a necessidade de ter uma sexualidade responsável. Por isso, frisou que o único método que evita, simultaneamente, a gravidez e as Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) é o uso do preservativo. Sublinhou ainda que a pílula do dia seguinte não é um meio contraceptivo a ser utilizado com regularidade mas apenas como emergência e justificado com a falha do outro método contraceptivo. A pílula do dia seguinte tem consequências graves para a saúde da mulher.A sessão foi encerrada pela Joana Campos e, de seguida, o André Gonçalves recolheu a opinião de alguns dos presentes. A Débora, a Diana e a Marisa, alunas do 12º A2, afirmaram que a palestra foi muito importante e produtiva para uma melhor vivência da vida dos adolescentes. O Milton Brito, aluno do 11º A2, também realçou a importância dos conhecimentos divulgados. Por sua vez, o professor de Biologia, Rui Carmo, disse que a apresentação foi muito bem dirigida, de uma forma muito perceptível e atraente. A enfermeira Cátia Palma considerou que tudo correu bem e que os alunos se comportaram muito bem.
Espera-se que esta iniciativa, fruto de uma ideia da Directora de Turma, professora Rosa Palma, venha a contribuir para a vivência mais responsável da sexualidade na adolescência.

Repórter: João Palma, 11º A2
Repórter Fotográfico: André Gonçalves, 11º A2

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Levanta-te e actua











No dia internacional para a erradicação da pobreza, a 17 do passado mês de Outubro, a nossa comunidade escolar participou na actividade «Levanta-te e actua!», dinamizada pelo Curso Profissional de Técnico de Turismo , CEF – Técnicas Administrativas e pelo Projecto «Portal Mágico».

Tendo por objectivos "Participar de forma activa na campanha LEVANTA-TE E ACTUA?", " Sensibilizar a comunidade Educativa para a problemática da pobreza e para os seus reflexos, na qualidade de vida e na dignidade da Pessoa" e "Mobilizar os Jovens para a participação cívica", entre os dias 13 e 17 de Outubro, desenrolaram-se diversas actividades que consitiram na elaboração de cartazes pelos alunos; informação sobre a campanha; mobilização da comunidade escolar; projecção de um filme no espaço “Projecto - Portal Mágico”; apresentação dos “Objectivos do Milénio”, seguido de Debate e, por fim, colocação de uma faixa na entrada da Escola “Levanta-te e Actua”, seguida de concentração junto à rosa-dos-ventos com camisola branca ou vermelha, onde se procedeu à recolha de imagens, entre as quais se contam as que aqui apresentamos.